sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Caça ao Tesouro, ou melhor, aos tecidos

      Foram 2 dias de andanças em busca de tecidos, não só de tecidos bonitos, mas daqueles que quando se olha dá um estalo. É este que eu quero e quero agora. O quero agora é porque se voltar na próxima semana já acabou.Os de Natal não estão muito criativos, talvez por ser o nosso natal muito tropical.  Os designers não se sentam inspirados com a falta de neve. Aproveitei a caminhada para trazer outras coisinhas para projetos vindouros. Depois conto.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Unindo o útil ao agradável

Estou tentando reunir 3 blogs em um. O Era umavez.., feito em parceria, mas que está ficando abandonado e que é uma grande paixão em minha vida, pois lembra  de quando tinha um ateliê, trabalhávamos muito, mas era altamente gratificante. Fazíamos enxovais para bebê, sob encomenta e com designer próprio.   O outro é o recém-nascido Receitas da Mommy, onde ouso confessar outra paixão, a cozinha, com toda a sua alquimia e criatividade.
Assim terei mais tempo, é como trabalhar em casa, gerencia-se tudo de um mesmo lugar.
Mas quem não é especializado pena. Ainda bem que existem pessoas maravilhosas que disponibilizam seu saber a nós outros.

domingo, 13 de setembro de 2009

Natal

Parece que este ano o Natal está chegando mais cedo, talvez consequencia do ano passado ter sido um ano de crise. Talvez porque o PIB subiu delineando um novo perfil para a economia. Ou queremos ver logo o final deste ano difícil, de economia espremida, de maus presságios etc... ou tão-somente queiramos nos envolver com algo gostoso, belo, colocar nossa garra e mostrar o quanto somos fortes e criativos apesar de tudo. E que venha o Natal e todas as datas importantes...estamos aqui para comemorar.
E lá vou eu rapidinho rebuscar meus tecidos, modelos, riscos e por a cabeça para funcionar...
Boa semana!!!...

domingo, 6 de setembro de 2009

Colcha de estrelas


Eis o primeiro trabalho, foi um ato de coragem encarar logo uma colcha, mas valeu a pena.
Depois que fomos a Gramado ficou mais fácil.

sábado, 5 de setembro de 2009

Patchwork e Quilt - Uma estória de amor

Quando nasci, numa bela manhã de outono, a fada madrinha me abençoou com três dons, como manda o figurino:  gostar  de artesanato, ser perseverante e amar apaixonadamente tudo o que faz.
Filha de costureira, ou modista, como se dizia à época, cresci em meio a uma grande quantidade de tecidos e assim aprendi desde cedo a amá-los e a  admirar a maneira como eles poderiam ser utilizados.  Comecei com vestidos de boneca e logo quis uma máquina de costura só para mim. Vi um fuxico e logo tentei imitar e saí aproveitando todos os retalhos disponíveis. Depois descobri um modelo hexagonal que formava flores. Também fiz, os miolos lisos rodeados por estampados diversos e depois fui dividindo com azul escuro. Não tinha técnica e nem sabia que existia um nome para o que fazia. Há algum tempo atrás é que vim a saber que aquelas eram as Flores do Jardim da Vovó.
O tempo passou, casei, criei filhos, trabalhava o dia todo e não me sobrava mais muito tempo. Fazia então croché, tricô, ponto cruz e coisas que podia levar no carro e aproveitar intervalos entre uma obrigação e outra. Tive netos, fiz enxovais, me aposentei. Aí então a paixão voltou avassaladora. Tinha que aprender todas as técnicas e finalmente realizar meu desejo de produzir peças de patchwork. Passei a ler as escassas revistas americanas e australianas que por acaso chegavam a este longinquo rincão.E, aí, passei, por desígnios do acaso a conviver com uma pessoa que também sofria da mesma doença que eu. Pronto, estava feito. Duas cabeças pensam melhor e quatro mãos trabalham  com muito mais eficiência, ainda mais se for em busca de uma paixão comum.Procuramos um curso e nos decepcionamos. Fomos então para Gramado  e foi assim que tudo começou.

Patchwork da Mommy



...um lugar para se falar de patchwork, quilt, receitas culinárias,gatos, plantas e o que mais vier...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...