terça-feira, 15 de novembro de 2011

Já que vivemos num país tropical, aproveitemos as bananas…

DSC01973

 

Tem gente que acha que a grama do vizinho é sempre mais bonita.  Acha que vivemos num país atrasado, situado nos trópicos , povoado por gente ignorante e outros adjetivos perjorativos, típicos de quem não ama e nem dá  o devido valor às suas raízes.Estão sempre se referindo ao exterior, aos produtos que vem de fora, às frutas importadas, caríssimas e sem o frescor das nossas, já que tiveram que percorrer longas distâncias para chegar até nós. Não sou uma nacionalista radical, caso contrário me igualaria àqueles que abomino e têm vergonha de ser brasileiros, apenas acho que se deve dar a “César o que é de César”. Se vivemos neste País, por que não usufruir de suas belezas, suas dádivas, seu clima, a grande diversidade de paisagens, como que procurando agradar a todos os gostos, e principalmente suas frutas?  Quem procura adquirir um pouquinho de conhecimento sabe que somos muito invejados pela variedade de alimentos que possuímos, os nativos e os que aqui se aclimataram.

Penso que na natureza é tudo feito de maneira muito sábia, nós é que às vezes não nos apercebemos direito dos valores. Assim é com a banana, todo mundo gosta, mas tem vergonha de dizer. Como é uma fruta comum, que dá em qualquer quintal, não fica chic dizer …”banana é minha fruta…” Antes, diz-se quando alguma coisa é muito barata que tem preço de banana. Assim banana tornou-se coisa de pobre.

Mesmo assim ela é gloriosa, tudo feito com ela é delicioso e pipocam receitas em que ela brilha como ingrediente.  Recentemente colhi um cacho de bananas que , talvez devido ao grande período de seca não estava com as bananas graúdas. Mas como beleza não é tudo e elas estavam bem gostosas, parti para fazer bolo, sorvete e como não podeira deixar de ser  Pão de banana. Tirei a receita do livro da Sara Lewis, O livro dos pães.

Claro que fiz minhas adaptações, não seria eu se não o fizesse. Ficou melhor do que esperava, tanto o sabor como o aroma da banana sobressaíram bem. Faz o lanche da tarde ficar divino, se houver crianças por perto então… Se não houver, seja a própria.

Ingredientes

Banana prata bem madura      300g

Suco de limão        2 colheres de chá

Água fria                                   200g

Cacau orgânico                          20g

Leite em pó                                20g

Sal marinho                                 6g

Açucar mascavo                        20g

Açucar cristal                            20g

Manteiga sem sal                      40g

Farinha de trigo para pães      500g

Canela em pó          1 colher de chá

pimenta da Jamaica ou

noz moscada          1 colher de chá

Fermento seco instantâneo        6g

Chocolate ao leite                   180g

Pasta de amendoim                100g

Primeiro bati no liquidificador a banana com a água,  leite em pó, suco de limão, açucar mascavo, açucar cristal e o cacau. Coloquei na MFP e acrescentei os outros ingredientes, menos o chocolate e a pasta de amendoim. Selecionei e liguei a máquina e deixei completar o ciclo massa.  Na receita da Sara o pão e modelado em pão de forma, mas achei mais interessante formar uma trança. Coloquei a massa sobre a bancada polvilhada com farinha, separei em tiras, abri levemente , espalhei o chocolate em pedaços, alternado com a pasta de amendoim, fechei bem e trancei, colocando em forma de fundo falso bem untada e enfarinhada. Deixei crescer por 1 h. Antes de levar ao forno polvilhei cacau e açucar cristal. Forno preaquecido por 50’. Desenformei e coloquei novamente no forno, sobre a grade para evitar que ficasse qualquer umidade que viesse a prejudicar a textura do pão.            

Patchwork da Mommy



...um lugar para se falar de patchwork, quilt, receitas culinárias,gatos, plantas e o que mais vier...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...