quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Um presépio de scraps

 

Já é fato consumado e mais do que nunca todos concordamos, todo quilter é um acumulador de pedacinhos de tecido, retalhinhos de todo tamanho que sobram das peças que fazemos e que guardamos para usar em outros trabalhos no futuro. Acontece que , às vezes são tantos e tão diversos que não conseguimos aproveitar todos.

Com a prática adquirida através dos anos e dos erros e acertos, habituei-me a comprar tecidos em quantidades mais compatíveis com o tipo de trabalho que faço. Todos sabemos que quando encontramos tecidos diferentes  e recém lançados sentimos uma necessidade premente de comprá-los imediatamente e se fazemos isso, por impulso, certamente nos arrependeremos. É preciso respirar, contar até 10 e se perguntar, em que utilizarei esse tecido?  Então, de acordo com as respostas, compre quantidades coerentes. Uma dica é escolher um bom vendedor, daqueles que gostam do ofício e não têm pressa em despachá-lo para atender outra pessoa. Quando entro em uma loja e os atendentes me são desconhecidos, logo pergunto quem está mais desocupado e sem presssa de ir embora, esse serve para me atender.

Tecidos neutrinhos ou tom-tom, precisamos adquirir em quantidades maiores, cerca de 3 metros, se formos fazer colchas, menos que isso é insuficiente e podemos não encontrar exatamente igual para completar o trabalho. Já os tecidos complementares, estampados miúdos, médios, maiores, xadrezes e outros , costumo comprar em metragens pequenas, cerca de 50cm de cada um, e sempre combinando entre si para que rendam mais trabalhos.

Há ainda os tecidos específicos ou sazonais, como os natalinos. Este ano não comprei nenhum, e como meu sistema de arquivo de tecidos além de cores leva em conta a estamparia, vi que tinha o suficiente para vários trabalhos, era necessário apenas separálos por tamanhos e cores que combinassem entre si.  Durante o mês de dezembro gosto de usar tudo com estampa natalina, então separei os barrados e fiz panos de prato e aventais.  Com os menores pegadores e com os maiores fiz um painel .Ainda sobraram pedaços de tecido para o próximo natal.

Os tecidos que utilizei no painel eram de uma mesma estampa, em cores diferentes mas  todos com dourado, o que fez uma espécie de ligação entre eles.Na moldura utilizei o friendship star block, a popular estrela da amizade, usando tecidos com a mesma estampa de estrelas , mas em 3 cores diferentes. Para o painel central as estampas também foram similares, sendo o fundo em branco e dourado e a árvore em verde.

O design é de Sindy Rodenmayer, de 2007, e eu fiz algumas modificações mínimas para adaptar às minhas necessidades.

Fica aí mais uma sugestão de aproveitamento de scraps.

Patchwork da Mommy



...um lugar para se falar de patchwork, quilt, receitas culinárias,gatos, plantas e o que mais vier...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...