sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Torta de cenoura, que veio para provar que o que era bom pode ficar melhor ainda…

 

 

Por mais que tenhamos cuidado ao adquirir alimentos, vez por outra nos deparamos com excessos, que fatalmente se transformarão em sobras , principalmente nas ocasiões em que a  oferta de delícias é muito grande.

Acontece comigo, deve também acontecer com outras pessoas. Pensando assim, levantei ontem disposta a eliminar os excedentes das compras do final do ano. Caminha, pensa, repensa e nada de idéias. Ao abrir a gaveta de verduras, deparo-me com uma grande quantidade de cenouras necessitando ser consumidas de imediato.Não queria nada doce, pensei em fazer um suflé, mas me lembrei que também precisava utilizar o restante do pernil do ano novo.

Preparei o recheio e enquanto matutava na melhor forma de fazer uma massa rápida e fácil, aquela pessoa que se auto-intitula “ o Genro”, chegou e foi logo perguntando pelo almoço. Quando soube que eu estava fazendo uma experiência e ainda por cima com sobras, tratou de fugir com medo de se transformar em cobaia. Perdeu, porque o resultado se mostro acima de mnhas expectativas e pretendo repetir com outros recheios.

Ingredientes da massa

500g de cenoura ralada

400ml de leite integral

4 ovos, de preferência orgânicos

100g de queijo parmesão ralado

150ml de azeite de oliva (usei o extra virgem)

240g de farinha de trigo

1/2 colher, das de chá, de pimenta da jamaica ou noz moscada ralada

Sal à gosto ( prove porque o queijo já é salgado)

1 colher de fermento químico em pó

1/2 xícara de ciboulette picada (fica mais delicada, mas pode usar a cebolinha comum, desde que bem picadinha.

Bater no liquidificador os ovos com o leite e  o azeite  Em uma tigela colocar a cenoura  e o queijo ralados , despejar os líquidos e misturar. Acrescentar a farinha peneirada com o fermento e a pimenta da jamaica e mexer com um fouet para ficar bem agregados. Colocar então a cebolinha. Em forma untada e enfarinhada , coloque 2/3 da massa , espalhe o recheio e cubra com o restante da massa, espalhando com uma espátula. Polvilhar farinha de pão misturada com parmesão ralado na proporção 50/50.

Recheio

O recheio da torta vai do gosto de cada um, ou das sobras que tiver na geladeira como frango ou carne assada, legumes variados, alho-poró e ervilhas, cogumelos, atum etc.

No meu caso usei o pernil assado que sobrou da ceia de Ano Novo e que tinha congelado. Com a faca elétrica fatiei a carne bem fininha. Cortei 2 cebolas à julienne e refoguei em azeite, acrescentei 2 dentes de alho bem esmagados , 1 pimenta fatiada, a carne e deixei por cerca de 10’, refogando para tomar gosto. Juntei então meio pimentão picadinho (usei amarelo, porque já tinha e também ,por ser mais suave não brigar com o sabor da cenoura).Tirei do fogo e agreguei alecrim, salsa, coentro bem picadinhos. O recheio deve estar frio para ser utilizado. Após colocar o recheio sobre a massa (delicadamente pois a massa é semi-líquida), espalhei azeitonas pretas em rodelas, tomates cereja cortados em 4 e colheradas de requeijão cremoso, não o catupiry, o de copo mesmo,

Nota: Faço a farinha de pão artesanalmente. Coloco o pão amanhecido no processador e vou pulsando, de maneira que fique esmigalhado, mas não muito fino. Fica bem mais saborosa e com mais textura do que o industrializado, e o principal, é sempre novinha pois não ficou na prateleira esperando para ser levada para casa.

Patchwork da Mommy



...um lugar para se falar de patchwork, quilt, receitas culinárias,gatos, plantas e o que mais vier...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...