domingo, 5 de fevereiro de 2012

Croissant, falso… porém gostoso

 

 

pizza da vovó Ana 018

Quem não ama croissant? Com chocolate quente me faz lembrar o detetive Poirot, dos livros da Agatha Cristhie , não sei além de mim, mais alguém gosta desse tipo de leitura, pelo menos não conheço ninguém.

Houve tempo em que fazia muito croissant, além de ter gente para comer,  podia contar com minha filhota Fernanda para folhar a massa para mim. Nada como uma massa caseira bem folhada, porém são necessários disposição e força no braço. E com essa fobia de engordar, as pessoas sistematicamente recusam essas delícias, então fazer prá quem comer?

Quero deixar claro que detesto as coisas ditas “falsa”, falso brigadeiro, falso quibe, falso pudim etc. Se não puder comer o verdadeiro por qualquer razão, não como nenhum, recuso imitações. Porém… para pagar minha língua, um dia desses fiz uma massa que acabou sendo muita para o que se destinava. Deixei a parte que sobrou nun canto, olhando para mim e pensando no que iria se transformar, pois jamais desperdiço seja lá o que for, principalmente alimentos. Como era uma massa rica, portanto macia, resolvi enriquecê-la ainda mais, acrescentando manteiga sem sal e um pouquinho de farinha de trigo, só o suficiente para agregar a manteiga adicionada. Abri e enrolei na famosa forma de meia lua, ainda sem saber no que ia dar. Pus na geladeira e no dia seguinte assei, ainda gelados, em forno bem quente, pulverizando água gelada. Bom, não ficou aquele folhado francês, que vai soltando as casquinhas só de tocar, mas folhou. E creio, ficou menos “engordiet'’, tem gente que me censura quando escrevo engordativo, então mudei para “engordiet”.
Degustei, como diz meu neto Henrique, com mel, manteiga de ervas, geléia de acerola, cream cheese e aprovei tudo, sendo que com o cream cheese me apeteceu mais.

Ingredientes

Farinha de trigo para pães           500g

manteiga sem sal                          200gpizza da vovó Ana 020

sal marinho                                       5g

Açucar cristal                                   10g

Fermento seco instantâneo                5g

Água gelada                                    200m

Fazer a massa utilizando 100g da manteiga e juntar a água até o ponto de formar uma massa macia e que solte das mãos, porém sem estar seca. Descansar por 1h. Abaixar em uma superfície, abrir ligeiramente com as mãos e agregar a manteiga restante rapidamente e sem manusear demais a massa. Enfarinhar a bancada, abrir com rolo e moldar. Colocar em forma untada e enfarinhada e levar à geladeira. Só asse depois de bem gelada. Forno 250° nos primeiros 10’, depois reduza e asse até dourar. Não pincelei porque meus ovos são muito vermelhos o que acaba deixando o croissant muito escuro.

Dedico essa receita à Fernanda que ainda por cima teve a coragem de falar em público da minha falta de apetite quando estou doente.

Patchwork da Mommy



...um lugar para se falar de patchwork, quilt, receitas culinárias,gatos, plantas e o que mais vier...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...