sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

A pizza da Vovó Ana

 

pizza da vovó Ana 011

 

Minha mãe não gostava de cozinhar, fazer comida do dia a dia, mas os chamados  extras, era com ela mesma. Era especialista em várias receitas, que repetia sempre e que se tornaram sua marca registrada.

Qualquer fosse o dia ou a hora, ninguém saía de lá sem comer pão de queijo, eu disse comer, não provar. Se comesse só um ou dois é porque não tinha gostado e aí era uma ofensa, além do que era gostoso mesmo, todo mundo queria mais.

Um capítulo à parte era a PIZZA, sempre havia massa pronta, e se não houvesse rapidamente era feita, e em grande quantidade.  As coberturas eram as mais variadas , conforme o gosto do visitante da hora e se estava a família toda reunida, a cada instante saía uma diferente. Havia até pizza de salsicha   - alô Fernanda e Alice –, era só pedir que logo era inventado. Mas creio que o diferencial mesmo era a massa, tudo no ponto certo, o sabor, o aroma,  crocante e macia ao mesmo tempo  E haja pizza para aqueles devoradores, filhos, netos, bisnetos e agregados. Hoje me deu saudade daquela pizza, folheei meus caderninhos antigos até encontrar a receita, já desbotada, que escrevi talvez há mais de 30 anos.

Como ela, nunca deixei que a tristeza ou a adversidade me abatessem, espero estar sempre de cabeça erguida, aconteça  o que acontecer.  Se possível saboreando uma pizza, com qualquer cobertura, o importante é o que ela representa. A cobertura é só a cereja do bolo.

Ingredientes

500g de farinha de trigo

5 g de fermento seco instantâneo

15g de açucar cristal

10g de sal marinho

100 ml de óleo

250 ml de água

Colocar a farinha em uma tigela, ou diretamente sobre a bancada, acrescentar os outros ingredientes, sendo a água aos poucos, até o ponto de soltar das mãos. Sovar bem. É uma massa muito fácil de trabalhar. Deixar crescer  até dobrar de volume. Abaixar, dividir em quantas pizzas desejar, bolear e abrir em superfície polvilhada . Prefiro polvilhar com semolina, mas pode ser fubá de milho ou mesmo farinha de trigo.  Abrir, colocar na forma sem untar e levar ao forno quente para pré assar. Tirar do forno colocar a cobertura e terminar de assar . Pode ser congelada pré assada, para terminar de fazer quando der aquela fominha fora de hora, ou em dias chuvosos, frios, quentes, qualquer dia que der vontade. Lembrar que o forno para assar pizza dever ser bem quente.

Patchwork da Mommy



...um lugar para se falar de patchwork, quilt, receitas culinárias,gatos, plantas e o que mais vier...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...