sexta-feira, 16 de março de 2012

Acerolas

 

acerolas 001

Tem gente que torce o nariz quando se fala em acerola, e eu dou a maior razão. Também já fui uma dessas. Quando essa fruta passou a ser difundida e suas qualidades exaltadas, mormente a grande quantidade de vitamina C, provei o suco e achei com gosto de água suja. Como sou teimosa, insisti, mas depois de algum tempo cheguei à conclusão que não valia a pena a relação gosto x benefícios. Risquei o suco de acerola do meu cardápio e só voltei a provar quando uma amiga me ofereceu misturado com maracujá. Gostei e passei a adquirir as polpas para misturar com outras frutas. Como achava a árvore muito bonita, resolvi comprar uma muda e plantei em um vaso. Na época não tinha ainda um “ um pedaço de chão para chamar de meu “

Em pouco tempo ela se transformou em uma arvoreta, mudei para um vaso maior e ela frutificou e os frutos era gostosos e não ácidos e sem graça como os que conhecia. Pronto fui conquistada para sempre. Hoje essa aceroleira não mora mais comigo, mudou-se para a casa de uma de minhas filhas e está bem feliz lá.

Em compensação tenho outra sombreando a janela de minha cozinha. Já estava na casa quando me mudei, plantei outra ao lado para fazer companhia e elas alternam a frutificação.

Mas depois que passei a ter minhas próprias acerolas descobri porque antes não gostava do suco. É que era cheio de água e açucar. Tenho orgulho do meu suco de acerola, é bem encorpado, só ponho água o suficiente para processar e não fico lavando as sementes como já vi fazerem. Peneiro e dou a polpa que sobra para as galinhas que também precisam de antioxidantes.

Com o calor dos últimos dias fiquei inspirada para testar receitas de sorvete. Colhi então as que estavam mais maduras fiz um suco bem espesso.

Preparei uma calda com 225g de açucar e 250 ml de água. Mexi até dissolver o açucar e levei ao fogo baixo por cerca de 10’ Ponto de calda fina e deixei esfriar. Coloquei 500 ml do suco de acerola, misturei bem e levei para gelar por 2 horas. Depois coloquei na sorveteira e bati da maneira usual.Enfeitei com raspinhas de limão. Ficou bem leve e refrescante.

Ficou ótimo, mas como tinha preparado 1 litro de polpa, resolvi fazer outro teste.

Preparei da mesma maneira mas acrescentei na hora de bater 200 ml decreme de leite fresco, pode ser de caixinha também, e 2 colheres de vodka. Ficou cremoso e macio.

A cor do primeiro é mais viva, chama mais a atenção, o outro ficou mais rosado e dissolve mais faclmente na boca, deixando uma sensação aveludada.

Patchwork da Mommy



...um lugar para se falar de patchwork, quilt, receitas culinárias,gatos, plantas e o que mais vier...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...