domingo, 4 de março de 2012

É tempo de reflexão e também organização

 

Como autêntica ariana que sou (meu ascendente também é áries), não consigo me livrar da mania de estar sempre começando algo, melhorando o que já está pronto ou simplesmente inventar moda, tentando transformar o que já é bom em excelente.  

Se há uma coisa que um ariano não suporta é ficar entediado, por isso estão sempre fervilhando de idéias, o difícil mesmo é colocar ordem nelas e escolher quais colocar em prática. Depois de anos sofrendo dessa síndrome, aprendi a fazer listas, tem gente que pensa que é prá não me esquecer das coisas, não, é para estabelecer prioridades. Quando coloco no papel imediatamente minha mente se aclara e posso enumerar todas as idéias para então transformá-las em projetos.

Depois de passar tantos dias com chuva, encolhida de frio, assistindo às estréias das novas temporadas de minhas séries favoritas, só pensava em fazer algo que me deixasse com a maravilhosa  sensação do sangue  a correr nas veias. O escolhdo para o ataque inicial foi meu ateliê. Tirei tudo de dentro das caixas, gavetas, esfreguei o chão com água e sabão, lavei retalhos, coloquei tecidos ao sol, selecionei aviamentos, descartei o que julguei não precisar mais.

Fiz novas etiquetas para as caixas, troquei as que já estavam muito desgastadas, reclassifiquei retalhos, organizei as gavetas. Sempre mudando alguma coisa de lugar, porque detesto coisas estáticas, que ficam ali paradas. Até as árvores se esticam e mudam de rumo, porque deixar as coisas que podem ser  movidas obstruindo a energia? E depois que mudo tudo de lugar fico com a sensação de alívio, afinal é como se estivesse dando o primeiro passo novamente, inundada de esperança.

Não foram horas, foram dias , lavando, passando, dobrando, colocando num lugar, mudando porque não tinha gostado, até chegar no que considero, salvo melhor juízo, o ideal para o momento. O local é muito pequeno, mas é onde só eu reino e só entra quem convido, a não ser a Mel, que nunca é convidada e está sempre lá dentro.

Como todo quilter que se preza tem um gato como mascote, eu a deixo pensar que é ela que  manda no pedaço.

Nunca faço as coisa simplesmente por fazer, porque sei que por trás de cada atitude está sempre a razão maior que nos levou até ali.

O período da Quaresma é considerado pela Igreja uma época de reflexão, interiorização, sacrifícios, penitências e principalmente é um preparo para receber a renovação na forma da Ressurreição de Cristo . Talvez nem todos entendam, mas para mim é muito simbólico e procuro sempre mudar minhas penitências de ano a ano, para  não cair na mesmice . Nem em questão de penitência o ariano suporta rotina. Quem sabe no ano que vem eu resolva fazer esse sacrifício? Por este estou feliz , sinto que estou pronta para receber as bênçãos que com certeza chegarão.

Patchwork da Mommy



...um lugar para se falar de patchwork, quilt, receitas culinárias,gatos, plantas e o que mais vier...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...