sexta-feira, 22 de junho de 2012

Nem todo fim é ruim…

 

2012-06-22 rosas, Mel

Adoro começos ou inícios, como queiram, detesto fins. Deve ser por isso que adoro acordar, levantar, tomar café e fazer tudo que gosto logo pela manhã. À tarde já vou ficando meio preguiçosa e à noite não contem comigo, só quero saber do meu quarto. Acomodada em minha cadeira, almofada nas costas, bordado na mão e a tv ligada em minhas séries favoritas, quando fico com sono escorrego para a cama e caio nos braços de Morfeu.

Está passando em um canal de tv, não sei se o Sony, uma propaganda que diz….” um filme é como o encontro de um casal apaixonado, intenso, mas que logo se esvai, já uma série, uma série …é amor . Amar é  aprender a gostar um pouquinho mais a cada dia, a desculpar os defeitos a exaltar as qualidades, curtir cada riso, entristecer-se a cada choro, amar é tornar-se um com o outro. Sempre gostei de seriado e ficava imensamente triste quando chegavam ao fim, mas pelo menos durante os anos de convivência éramos todos imensamente felizes. Minha mãe também gostava muito, a gente assistia junto Dr. Kildare, I love Lucy, Perdidos no espaço, A Feiticeira, Bonanza e tantos outros. Cresci mas o amor pelas séries continua até hoje. E fico muito triste quando anunciam a última temporada. Tem mais assisto todas as reprises, até ficar saturada, como aconteceu com E.R., eu disse prá minha filha não vou suportar mais ver  aquele médico fazer quimioterapia outra vez. Mas se reprisassem agora ia ver novamente. Brothers&Sisters foi outra série que me marcou, Law and Order,todos os C.S.I e por aí vai, e ainda me perguntam porque não assisto novela, cadê o tempo?  Já deu para notar que meus preferidos são os de médicos e sobre justiça.; Pensei então que não resistiria ao fim de House.  Um verdadeiro espécime para ser odiado e amado, com todos os defeitos possíveis, chato, arrogante e ao mesmo tempo tão cativante.Sinceramente esses oito anos passaram muito rápido, quase não acreditei quando anunciaram que era a última temporada, mas concordo com Hugh Lauriem quando disse é melhor sair quando ainda nos querem do que ser expulso.Já que vai haver um fim, que ele seja bom.  O fim de House superou minhas expectativas e agora sei que nem todo fim é necessariamente ruim.

Adeus House, receba essas rosas do meu jardim como homenagem de uma fã de carteirinha.

Patchwork da Mommy



...um lugar para se falar de patchwork, quilt, receitas culinárias,gatos, plantas e o que mais vier...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...