sábado, 22 de setembro de 2012

Encantamento ou a chegada da primavera

 

 

Há um encantamento diferente quando chega a primavera. Eu pessoalmente amo o outono, mas não posso negar o quanto a chegada da primavera mexe comigo. E não é preciso consultar o calendário, ela chega com força total iluminando tudo e anunciando que a Terra revive e  rebrota com vigor enchendo os olhos de esperança. O dia e a noite terão ambos 12 horas. `As vezes deixamos de prestar atenção nos fenômenos da natureza, e é aí que ela nos pega de surpresa. Chega a primeira chuva limpando o firmamento e lavando as plantas  sem distinção, árvores de grande porte e plantinhas rasteiras e  nos assustamos, já chegou a primavera?  Passaram os dias curtos e as noites longas e preguiçosas.

De repente o sol começa a acordar mais cedo  e iluminar com mais vigor o horizonte, as chuvas, à princípio tímidas, ficam constantes e impetuosas. As paisagens embotadas, sobretudo aqui no cerrado onde tudo fica ressequido e retorcido, se enchem de graça e sacudindo a poeira ressurgem belas e floridas.  Com toda pujança aquelas flores tão pouco admiradas e taxadas pelos “entendidos” de simples, irrompem com suas cores brilhantes pontlhando nosso cerrado de vida. É preciso ter olhos de “ver” para sentir toda a mudança que se processa de um dia para o outro. E coração e alma de poeta para amar tudo o que tão gentilmente nos cai nos braços.

Olhando pela janela da cozinha enquanto fazia meu pão, observei ontem,  pássaros minúsculos nos galhos do pé de acerola. Bicavam os ramos e faziam algazarra como se trabalhassem em equipe, trocando idéias sobre a melhor forma de construir o lar. Arrancavam as folhinhas secas e pedacinhos de casca e céleres alçavam voo na direção dos galhos mais altos da mangueira. É lá que fazem os ninhos e criam seus filhotes, comem minhas mangas, atas, bananas, pitangas, jabuticabas etc e me deixam muito feliz por terem escolhido meu quintal para viver e criar família, me deixam com a certeza que por um bom tempo ainda despertarei com o seu cantar alegre e despreocupado.

É primavera e estou extremamente feliz, principalmente pelo privilégio de morar em uma casa com quintal grande, repleto de árvores onde vivem,  além dos pássaros, borboletas, joaninhas, louva a Deus, mamangavas e até uma casa de abelha Jataí. As galinhas são despreocupadas, botam quando têm vontade e não sob pressão. Ovos assim só podem ser mais saudáveis. Talvez por isso meus pães e bolos fiquem tão saborosos.

Seja bem vinda primavera, encha nossos corações de amor e esperança, o mundo bem que está precisando disso!

2 comentários:

  1. A rosa da primeira foto está tão linda que nem parece real. Seja bem vinda primavera

    ResponderExcluir
  2. Gabriel adora os ovos das galinhas da vovó, são ovos de ouro, acreditem.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ficarei muito feliz.

Patchwork da Mommy



...um lugar para se falar de patchwork, quilt, receitas culinárias,gatos, plantas e o que mais vier...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...