sábado, 15 de setembro de 2012

Por que patchwork?


Traduzida ao pé da letra a palavra patch, seria pedaço, remendo. Patchwork, o trabalho de emendar pedaços.  Figurativamente Patchwork,  é um conjunto formado de elementos heterogêneos ou disparatados  unidos de forma harmoniosa.
Uma mesma palavra pode ter significados diversos, tudo depende de quem a emprega e principalmente os sentimentos envolvidos no instante em que foi dita. Marcam mais as sensações que propriamente o símbolo gráfico. Assim a palavra patchwork sempre despertou muitos sentimentos em mim.
Do tempo em que devorava os livros de Laura Ingalls, trago a garra, a força, a coragem que norteava aqueles desbravadores lutando por um pedaço de terra onde pudessem produzir e tirar o sustento da família e ainda a devoção e a infinita fé que depositavam em Deus. O Senhor do Universo que lhes dera a inspiração para, fugindo da perseguição religiosa que assolava a velha Europa, refugiar-se em um Mundo Novo, onde como na Terra Prometida  à Moisés, pudessem livremente praticar seus ritos, adorando o Deus que escolheram, da maneira que melhor lhes aprouvesse. E à noite, as mulheres se reuniam costurando, iluminadas apenas pela tênue luz de um lampião e no entanto felizes e cheias de esperança num futuro sempre melhor para os seus.
Mais tarde, grávida de minhas filhas, costurava seus enxovais e também imaginava como se sentiriam quando as envolvesse naquelas peças. Será que além do aconchego conseguiria transmitir a elas também o carinho e o amor com que as bordava? Eram momentos muito meus, de muita felicidade, mas só meus. Esse foi um ritual que repeti para todos os netos. Ir às lojas fazer compras é muito bom, mas para mim nada supera o prazer de costurar uma peça para pessoas que amo.
Patchwork da Mommy é a minha alma exposta, o resultado da união de partes de uma vida que nem sempre foi fácil. Pedaços felizes sendo realçados por outros nem tanto, mas que foram ali colocados justamente com a função de lembrar que na alternância reside a sabedoria de bem viver. Posso dizer que é o produto de muito amor que tentei espalhar por onde passei.  Nem sempre consegui que me entendessem , é bem verdade, mas tudo que fiz foi de coração. Alguns me julgaram segundo seus parâmetros, nenhum trocou de lugar comigo sequer por um dia. E é assim que amo a vida, cheia de percalços, estou sempre pronta para transformá-los em oportunidades de aprendizagem.
A jornada de publicar também não é fácil, às vezes precisamos lutar para não deixar transparecer a tristeza que nos pega desprevenidos e que não queremos transmitir aos outros. Ocasiões houve em pensei desistir, parei, descansei e segui adiante.  Agora, passados mais de mil dias posso dizer que me sinto muito feliz por ter conseguido fazer chegar a tantas pessoas um pouco do que aprendi pela vida afora. E o mais importante foi ter enriquecido minha “Colcha”, com tantas palavras gentis e de incentivo que recebo diariamente. Pessoas que tiram um pouquinho de seu tempo para me mandar um  email de agradecimento que, confesso, sempre me pegam de surpresa  e me dão mais força para prosseguir.
É um trabalho onde a cada dia será acrescido mais um “patch” e que espero perdure por muitos mais anos, nesse afã que tenho de conhecer, ensinar e também espalhar muito amor e carinho entre todos aqueles que um dia cruzarem meu caminho. Pessoas que de uma maneira ou outra Deus pôs na estrada de minha vida para me darem alento mostrando que viver vale a pena se amamos e nos ocupamos em fazer os outros felizes.

Patchwork da Mommy



...um lugar para se falar de patchwork, quilt, receitas culinárias,gatos, plantas e o que mais vier...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...