quarta-feira, 10 de abril de 2013

Sopa deliciosa de batatas



Quando chega o outono e o tempo começa a esfriar à noite, sinto  vontade de tomar sopa. Considero a sopa uma iguaria muito injustiçada. Existe um murmúrio, comentários feitos à socapa, que sopa é um aproveitamento de tudo que está perto de estragar. Mais ou menos assim, abre-se a geladeira e tudo que está em vias de perder a validade é colocado em uma panela com água, cozido até perder a forma e a cor. Acrescenta-se então um punhado de macarrão e está pronta a sopa.
Até eu já tive preconceito ao encarar certos pratos chamados de sopa. E tem um tal “sopão”, que dizem é bom para emagrecer e os incautos acreditam. Fazem enormes caldeirões daquilo e como não podem comer outra coisa é claro que ficam enjoados e comem menos, aí emagrecem. Param de tomar e engordam de novo. Assim a sopa foi ficando difamada.
A sopa deve ser preparada com esmero como todo prato saído de uma boa cozinha. O caldo seja de legumes, carne ou frango deve ser feito com antecedência para facilitar. Costumo deixar os meus congelados. Na hora de fazer a sopa é só acrescentar os outros ingredientes. Vou postar depois receitas de caldos para sopas.

Essa sopinha que fiz hoje é de batatas, muito simples, quem é vegetariano é só suprimir o bacon da decoração.

Além de rápida, é saborosa e dá sensação de conforto, acho que por causa da batata, que lembra minha mãe. Minha mãe adorava batatas e passou esse gene para seus descendentes. Quando alguém adoecia logo era feita uma sopinha de batatas para ajudar a recuperação. Ajudava mesmo, não sei se pelo carinho ou pela sugestão que ficava no ar.
Ingredientes
3 batatas grandes, cozidas “al dente”, cortadas em cubinhos
100g de manteiga
1 cebola pequena picada
1/2 xícara de farinha de trigo
1 litro de caldo de galinha
2 xícaras de água
Sal e pimenta à gosto
1 pitada de manjericão
1 pitada de açucar
200g de creme de leite
Derreter a manteiga em fogo baixo, acrescentar a cebola e cozinhar até amolecer. Juntar a farinha de trigo e mexer por 3’. Lentamente acrescentar o caldo de galinha sem parar de mexer com um fouet. Juntar a água, sal, açucar, pimenta e deixar ferver mexendo com frequência, por mais ou menos 20 minutos, em fogo baixo.
Acrescentar  as batatas, deixando em fogo baixo para que absorvam o sabor do caldo por cerca de 15 minutos. Juntar o creme de leite, mexer bem e tirar do fogo.
Servir quente em tigelinhas decorando com cebolinha, bacon picadinho e queijo parmesão filetado.

Patchwork da Mommy



...um lugar para se falar de patchwork, quilt, receitas culinárias,gatos, plantas e o que mais vier...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...