quarta-feira, 2 de abril de 2014

Naked cake, o pelado do ano

 

 

Geralmente ando na contra-mão dos modismos, foi assim com os cupcakes, que afinal são  mais bonitos que gostosos e cá prá nós, dão  mais trabalho para rechear e decorar do que um bolo de tamanho normal.

Tenho que confessar que resisti à invasão dos bolos pelados, mas acabei cedendo, e , justamente no meu aniversário. Por motivo que não vem ao caso agora, talvez fosse o tal do inferno astral, apesar de psicologicamente entusiasmada, o corpo não acompanhava com a mesma disposição. Até sem ideias estava.

Comecei então fazendo o meu queridinho Nega maluca, que considero um coringa.  Muitas pessoas preferem um pão-de-ló de chocolate quando vão fazer um bolo recheado, eu fico com o Nega maluca, pelo sabor e textura.

Preparei duas receitas, uma de cada vez, isso de dobrar os ingredientes não é muito minha praia, prefiro a segurança de assar cada um a seu tempo. Deixei os bolos descansarem  bem. Fiz à noite para rechear no dia seguinte.

Preparei o recheio, também de véspera.

Ingredientes do recheio

1 lata de leite condensado Moça

500ml de leite integral

4 colheres de amido e milho

2 colheres de cacau (usei o Callebaut)

2 colheres de chocolate em pó, 50% cacau

2 caixinhas de creme de leite

1 colher de manteiga sem sal.

Misturar bem em uma panela de fundo grosso o leite condensado, o leite integral, o amido , o cacau, o chocolate e uma caixinha de creme de leite. Leve ao fogo brando mexendo sempre para não criar grumos e nem grudar no fundo da panela. Quando estiver cozido, passe para outra vasilha, cubra com filme plástico, deixando que encoste bem no creme e deixe na geladeira até o dia seguinte. Na hora de usar incorpore a outra caixinha de creme de leite misturando com um fouet ou espátula.

Outros ingredientes do recheio

12 bombons variados entre Sonho de Valsa e Ouro Branco, picados.

2 caixinhas de morangos fatiados, reserve alguns para decorar.

Calda para umedecer o bolo

1/2 xícara de leite condensado

1 xícara de água

1 colher de vodca com baunilha (opcional)

Misturar tudo muito bem. A vodca é opcional porque muitos não usam bebida alcoólica. A função da vodca é não deixar o bolo ressecar depois de gelado, fica mais úmido.

Cortar cada bolo ao meio  e acomodar a primeira parte na mesma forma em que foi assado. Com um pincel culinário umedecer bem o bolo com a calda, espalhar cuidadosamente 1/3 do creme do recheio e por cima 1/3 dos bombons picados e fatias de morango. Utilizar o mesmo processo com as outras partes do bolo. Envolver o bolo com filme plástico procurando firmar bem para que o recheio se acomode melhor. Leve à geladeira por algumas horas. Desenforme com cuidado no prato de servir. Uso forma de fundo falso, se não tiver , é conveniente forrar a forma com filme plástico para facilitar na hora de desenformar.

 

 

Agora é só colocar a cobertura em cima do bolo, deixando escorrer naturalmente pela laterais do bolo, sem deixar que esconda as camadas e nem o recheio que ficam bem aparentes.

E claro, colocar a vela, que no meu caso foi a Ludmilla que escolheu e comprou, bem espalhafatosa e na cor que gosto.

aniversário Ana e José Márcio 019

Patchwork da Mommy



...um lugar para se falar de patchwork, quilt, receitas culinárias,gatos, plantas e o que mais vier...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...