segunda-feira, 9 de maio de 2016

Arroz integral

Parece que quando o assunto é arroz integral, as dúvidas pipocam de todos os lados, assim como tem gente que nem o prova, olha, franze o nariz e vira rapidinho o rosto. Talvez seja o aspecto do arroz integral, que não é branquinho como a maioria das pessoas gosta do arroz.
Sou suspeita para opinar porque adoro grãos integrais, não gosto de comida muito macia e sem textura, gosto de mastigar, acho que para isso o bom Deus nos deu dentes.
Como muitos têm me feito perguntas sobre a melhor maneira de fazer o arroz integral, vou postar a maneira que faço, não sei se é a mais correta, se é gourmet se é a mais apropriada. Simplesmente é a minha receita, a que melhor se adaptou a mim.
Primeiro vou confessar que não sei mais fazer arroz em panelas comuns, aquelas do Antonio Fagundes, desde que usei uma panela elétrica para fazer arroz, nunca mais usei outra. Não tenho tempo suficiente para me quedar frente a um fogão tomando conta das panelas, então uso as que têm timer, assim não corro o risco de queimar o almoço.
O primeiro passo é comprar um arroz integral de boa qualidade, aliás, qualquer prato deve sempre ser preparado com ingredientes de excelente qualidade.  Quem comigo convive ou já me acompanha no blog, sabe o quanto faço questão de bons ingredientes. Ando na contramão, não dou nenhum valor à roupas de marca, joias, adereços e outros quetais, mas quando se fala em comida, faço questão do melhor. Em resumo, o que  ficará por fora do corpo não importa muito, mas o que vai para o interior, é da maior relevância, sejam alimentos ou sentimentos.
Comprado o bom arroz, deixo de molho durante a noite, na geladeira. Meço antes de colocar de molho, utilizo aquela medida que vem na panela, mas não importa qual seja, apenas é necessário que se use a mesma medida para o arroz e a água.

Ingredientes

2 medidas de arroz integral
4 medidas de água
alho, sal e outro tempero que desejar à gosto. Gosto de uma folha de louro.
1/2 colher de óleo, azeite ou banha.
Faço com banha ou azeite porque não uso óleos vegetais processados e o de coco não posso usar.

O arroz integral não é refogado, ele possui uma película que envolve o grão e se refogado vai endurecer.  Coloque a gordura que vai utilizar na panela e refogue o alho , ponha o sal e a água na medida certa. Tampe e deixe ferver, coloque então o arroz demolhado de véspera e escorrido.
Se sua panela não tiver um orifício de saída de vapor, vai precisar deixar meio destampada. Quando a água secar, desligue o fogo e deixe tampada por 10' para terminar o cozimento.
Pronto, o arroz estará lindo e saboroso.  Se gostar ponha um fio de azeite por cima assim que desligar o fogo.
Aproximei a imagem para mostrar que ele fica bem soltinho.
Sabem que não sou radical em nada, não como arroz branco porque não gosto, acho sem sabor, mas quando recebo visitas, faço o amado agulhinha, ou melhor, peço para um dos genros fazer.
Não vou tecer loas aos alimentos integrais, mesmo porque a gente insiste com crianças, adultos sabem o que é melhor para sua saúde. E além do mais quem me conhece sabe o quanto sou chata com comida saudável.

Patchwork da Mommy



...um lugar para se falar de patchwork, quilt, receitas culinárias,gatos, plantas e o que mais vier...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...