sexta-feira, 13 de maio de 2016

Um pão integral prático e delicioso

Não adianta tentarem me convencer que glúten faz mal, que o trigo está contaminado, que quem come pão,  mais dia, menos dia vai adoecer e outras sinistras previsões.
Adoro pão e fazer pão é a atividade que mais me dá prazer, aguça meus sentidos  e não sei o que me atrai mais, se a simplicidade e ao mesmo tempo diversidade dos ingredientes, ou o aroma, a textura e o sabor do pão recém assado.
Quero frisar que jamais se deve cortar um pão que acabou de sair do forno. Ele ainda se encontra em processo de cozimento e poderá murchar e ficar grudento pois o ar quente aprisionado sairá e a textura estará arruinada.
Dizem os entendidos que o melhor pão é o 100% integral, onde não se utiliza ingredientes refinados. Gosto muito desse tipo de pão, mas como não sou radical, procuro variar minhas receitas e como utilizo fórmulas, vou variando a proporção da farinha integral e introduzindo outros ingredientes.
Encontrar pão 100% integral para comprar em mercados é uma tarefa das mais difíceis, que não contenha conservantes e açúcar, mais difícil ainda.
Comecei então uma empreitada, desenvolver uma receita 100% integral, que ficasse saborosa e macia, não aquele pão seco e com gosto de papel. A partir dela fui criando outras.
A que vou postar agora é 50/50, metade de farinha integral e metade de farinha para pães. Já falei várias vezes, mas não custa repetir, aquela farinha comum, de pacotinhos , não serve para fazer um pão a contento. Para fazer pão é necessário que se use uma farinha forte, própria para pães.
A farinha integral que utilizo é a de moagem fina, compro a granel em loja de produtos naturais.
Esse pão é muito fácil de fazer, a ciência de um bom pão é a paciência de esperar que a levedura desperte e que o glúten se desenvolva.
Se estiver com pressa, não faça pão.

Ingredientes

Água                                                500ml
Sal rosa ou sal marinho                   1/2 colher
Azeite de oliva                                2 colheres
Banha                                              2 colheres
Ovos                                                2 unidades
Farinha de trigo integral                 450g
Farinha de trigo para pães              400g
Linhaça                                           2 colheres
Chia                                                1 colher
Quinua                                            2 colheres
Fermento biológico seco
instantâneo                                     10g
Se for utilizar a MFP, colocar os ingredientes na cuba na ordem acima. Caso contrário, inverta a ordem começando pela farinha misturada com o fermento.
Quando se faz pão, principalmente o integral, devemos estar atentos à validade do fermento e também a maneira como foi armazenado. Pessoalmente prefiro comprar o SAF em embalagem de 500g, em lojas de artigos de panificação e armazenar em vidro na porta da geladeira.
Se for utilizar a MFP, usar o programa massa e quando terminar de sovar, retirar e colocar em um recipiente grande para crescer, se não tiver tampa própria, pode cobrir com um plástico vedando para evitar que a massa resseque.
Em geral demora 1h30min. Coloque a massa na bancada enfarinhada e modele o pão. Essa quantidade é suficiente para 2 pães se for assar em forma de pão normal.  Forma bem untada e enfarinhada.
 Esse pão pode ser assado em  outro formato, se assim desejar, eu gosto de fazer pães grandes e redondos, uso então forma de bolo. Depende da imaginação de cada um.
Depois que o pão estiver na forma, pincele com clara e polvilhe gergelim.
Deixe crescer 40 min. Asse em forno preaquecido a 200°,  após 20', abaixe para 170° e deixe acabar de assar lentamente.
Ao bater com os nós do dedos ele emitirá um som oco.
Desenformar sobre uma grade e deixar esfriar antes de cortar.

                                             
pão integral  50%

Patchwork da Mommy



...um lugar para se falar de patchwork, quilt, receitas culinárias,gatos, plantas e o que mais vier...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...